VESTIDO PARA CERIMONIA

Hoje deu-me imensa vontade de costurar e então decidi fazer um maravilhoso clássico vestido para cerimonia. Embora só usamos de quando em vez é bom ter.

VESTIDO PARA CERIMONIA

“Nunca me comprometo”, ícone de satisfação e glamour, o famoso “little black dress” teve origem nos anos vinte. Depois de “COCO CHANNEL” ter publicado uma foto de um simples vestido preto na Vogue a moda mudou. Desde então é o aliado preferido das mulheres.
vestido para cerimonia
A partir do molde base tronco e saia, que já se encontram publicados neste blogue siga os passos seguintes. Dobre o tecido em duas partes e coloque em cima os moldes base, tronco e saia. Desenhe com giz e faça as alterações ao decote se necessário. Acrescente tecido às costuras podendo assim alargar e ajustar, o efeito é este.

Para cortar a capa que sobrepõe o vestido recorra à etiqueta poncho em seda, uma vez que o molde é idêntico, a única diferença reside no decote. O decote da capa é redondo e o do poncho é mais oval.

Com o vestido desenhe o decote e acrescente á altura 5 a 6 cm e corte. O mesmo se aplica ao tecido com lantejoulas.

Com o tecido de lantejoulas que restou corte dois retângulos. Não esquecer cortar também dois retângulos com a altura da pochete e arredondar na parte inferior.

Também tem que forrar com enchimento para lhe dar volume. Nos remates para fechar coloque velcro com fita á cor.

Este acessório é fundamental para dar um toque de classe ao modelo. Por enquanto, as pochetes ainda não são uma febre nas principais capitais da moda. No entanto começam já a acompanhar alguns vestidos nos desfiles de alguns costureiros.

Pochete concluída.

A altura total do ombro até à altura desejada, eu comprei 90 cm de tecido opaco acetinado e 1,80 m de Organza, tecido transparente.

Tecido com aplicações lantejoulas 15 cm. Este tecido pode ser substituído, bordando o remate do vestido com pedras ou outros materiais.

Partilhar

Deixe aqui o seu comentário

Translate »